quinta-feira, 29 de dezembro de 2016

Vendée Globe - Basta uma ilha no horizonte pra fazer a felicidade do velejador solitário - 53° dia






- Neste 52º dia de Vendée Globe, a única regata que faz meu coração marinheiro bater mais forte, quero destacar uma pequena fatia do discurso de Arnaud Boissières durante a última "Vacation Radio", que como vocês sabem, é
pra mim a "cereja sobre o bolo do "Everest dos Mares"".

- Ele disse assim "il ne faut pas grand chose pour être heureux, juste une île...

- Tradução livre do canoeiro que lhes fala: "Não é preciso grandes coisas pra gente ser feliz, basta uma ilha boiando no horizonte, após quase dois meses só vendo água salgada..."

- Tem toda razão, Arnaud, basta-nos uma ilha mais uma canoa.

- E por falar em canoa, tenho recebido mil* elogios com relação à Estrela d'Alva.

- Até os marujos de barco à motor vieram cumprimentar-me.

- Até a Bubulina*, acreditem se quiserem, felicitou-me.

- Não fosse o calor infernal que está fazendo na Costa do Sol a Estrela já estaria velejando com tudo em cima, após quatro anos e vinte dias no seco.

Fernando Costa

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Seus comentários, críticas ou elogios farão meu blog evoluir. Obrigado por participar.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...