terça-feira, 4 de outubro de 2016

Ah... as linhas da costa distantes...



- Não sei se já lhes disse, mas um dos meus maiores prazeres a bordo do "YB" é ficar sentando em meu beliche observando a paisagem através da porta da cabine entreaberta e pensando na vida...

- Que horas isso?


- Pouco depois do fim do crepúsculo matutino, um dos maiores espetáculos da Terra, que os des-humanos* preocupados com outras coisas menos importantes, ou simplesmente dormindo, negligenciam todos os dias do ano.

- Sim, gosto de ficar pensando após assistir o crepúsculo e antes de degustar meu café da manhã, que não tem café, nem leite, nem pão, nem manteiga.

- Tem o que afinal meu pseudo café da manhã?

- Tem meu super-chá* sobre o qual já falei com vocês, tem laranja, maçã ou banana.

- Voltando ao nosso assunto.

- É nessas horas que penso meus pensamentos mais importantes.

- Por exemplo?

- Por exemplo pensei ontem em desenhar as silhuetas da costa distante...

- Porque?

- Porque simplesmente deu-me vontade de desenhar as silhuetas da costa distante.

Fernando Costa

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Seus comentários, críticas ou elogios farão meu blog evoluir. Obrigado por participar.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...