sexta-feira, 29 de julho de 2016

Re-visitando Búzios de bicicleta






- Bom dia colegas velejadores.

- Vocês não viram, porque não estavam lá, mas iniciei a primeira palestra sobre meu projeto CEM ILHAS ANTES DE MORRER (título provisório) sobre a paradisíaca ilha de Fernando de Noronha, rodopiando* em cima de uma bicicleta e diante da imagem de um veleiro projetada sobre o
telão.

- Porque isso?

- Para dizer às pessoas de forma bem teatral, que os dois únicos veículos que eu realmente admiro nesse mundo, são justamente a BICICLETA e o BARCO À VELA.

- Não por acaso, todos dois ecologicamente corretos.

- Deixo vocês pesquisarem que bicicleta e qual barco à vela eram estes a que me refiro acima, porque o autor não deve contar tudo a seus leitores.

- Mudando de assunto, sem no fundo mudar de assunto.

- Fazia bastante tempo que eu não ia a Búzios de bicicleta, pequenina-grande aventura, que realizei este último fim de semana.

- Quanto tempo fazia que não pedalava até Búzios vindo de Cabo Frio?

- Uns quatro anos.

- Talvez mais.

- Que fui eu fazer em Búzios?

- Procurar por um certo* barco à vela...

- Que tal à viagem?

- Foi bom rever os amigos, mas foi triste verificar que muita coisa piorou em Búzios, São Pedro da Aldeia e Cabo Frio ao longo desses últimos quatro anos, em que estive ausente.

- Se só faz sentido existir pra melhorar, porque o Brasil tem piorado tanto nos últimos tempos?

- Contarei alguns detalhes sobre esta viagem assim que tiver mais tempo disponível pra escrever.

- Por hora desejo-lhes uma boa velejada por MAR ou uma boa pedalada por terra.

Fernando Costa

PS. : Pensei, pensei e decidi contar-lhes ao menos duas impressões sobre minha recente visita a Búzios. Uma positiva outra negativa, pra sermos democráticos.

POSITIVO - Avistei uma bela escuna francesa ancorada diante do ICAB, cujo nome, olhando de longe não consegui decifrar...

NEGATIVA - Ao longo da estrada que vai de Cabo Frio a Búzios avistei uma enorme quantidade de lixo jogado nas ruas e estradas... 

Mau hábito que também verifiquei em Salvador, Recife, São Luís do Maranhão, Fortaleza, João Pessoa, Rio de Janeiro...

- Mas que isto não sirva de desculpa pra jogarmos lixo na rua como temos feito, porque o erro alheio não justifica nosso erro.

- Se o lixo bem administrado já faz tanto mal ao MEIO AMBIENTE.

- Imaginem que colossal prejuízo não causa o lixo jogado assim indiscriminadamente nas ruas, terrenos baldios, rios, lagoas e braços de MAR.

- Creio que a mãe natureza equivocou-se.

- Deu pérolas a porcos.

- E escrevendo isso creio que ofendi os porcos.

- Perdão amigos porcos.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Seus comentários, críticas ou elogios farão meu blog evoluir. Obrigado por participar.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...