terça-feira, 22 de setembro de 2015

Triângulo de Posição - 30 ótimos desenhos para ajudar você a entender a navegação astronômica 22







TRIÂNGULO DE POSIÇÃO

Em Navegação Astronômica usa-se um processo interativo para determinar uma linha de posição e a posição do navio, de acordo com a seguinte seqüência:

O navegante conhece sua posição estimada (posição assumida) quando observa um astro; visando o astro com o sextante, ele obtém, após aplicar várias correções à altura instrumental obtida, a altura verdadeira do astro.

Então, usando a posição assumida, o navegante resolve o triângulo de posição e determina a altura calculada do
astro, que é a altura que o astro apresentaria se o navio estivesse exatamente na posição assumida, e o Azimute Verdadeiro do astro;
Comparando a altura verdadeira com a altura calculada, o navegante, baseado na diferença de alturas e no azimute verdadeiro calculado para o astro, determina uma linha de posição (LDP) para o navio. 

Observando 3 (ou mais) astros, determina 3 (ou mais) linhas de posição e, assim, obtém a posição do navio, na interseção das linhas de posição.

Desta forma, resolve-se o triângulo de posição para a posição assumida, a fim de determinar a altura calculada e o Azimute Verdadeiro do astro  observado. Em seguida, com o Azimute Verdadeiro e a diferença entre a altura
verdadeira e a altura calculada, obtém-se uma linha de posição para o navio. Com pelo menos 3 LDP, determina-se a posição astronômica.

extrato do livro 
NAVEGAÇÃO, CIÊNCIA E ARTE 
de Altineu Pires Miguens

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Seus comentários, críticas ou elogios farão meu blog evoluir. Obrigado por participar.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...