sábado, 15 de abril de 2017

Os delírios de quem navega à noite... - Alguém ainda se lembra das "Quintilhas da Estrela"? - 2



foto: Benno Grapentin do veleiro "Sakumé"


  Bom dia amigas e amigos leitores.

- Será que vocês ainda se lembram de uma das mais antigas séries de posts, que publicamos neste blog, intitulada "Quintilhas da Estrela"?


- Curiosidade, o post abaixo foi publicado neste blog às 6 h do dia 18 de novembro de 2011.

- Ou seja há quase cinco anos atrás.


"- Creio que já discursei sobre este assunto inquietante, a noite na MAR, não?

- Mais como este tema me fascina e a todos os marujos idem, suponho, direi algo mais sobre ele.

- Ontem à noite, fui esgotar a água do bojo da minha querida "Estrela d'Alva".

- Incrível como uma operação tão simples...

- Operação simples, vírgula, na verdade nenhuma operação marítima é simples...

- Vai pegar um botinho-de-apoio, levá-lo até à beira d'água, colocá-lo n'água, remar até seu veleiro, subir a bordo com o vento forte que estava soprando ontem, esgotar a água do "porão", voltar pra bordo do botinho, remar até a margem, colocar o bote de volta em cima do reboque etc.

- Fácil não, amigos. 

- Nem fácil, nem simples.

- Esta operação, qualquer operação marítima só torna-se simples após muito, mas muito treino, principalmente à noite.

- Pois bem, ontem à noite, só porque era de noite, rolou um grande mistério...

- Mistérios, fantasmas, delírios, dúvidas, medos...

- Tudo coisa da noite na MAR.

- Mesmo se esta MAR for o nosso velho conhecido e "raseiro" canal de Itajurú...

- MAR, só porque suas águas são salgadas e movimentam-se ao sabor das marés...

- Por falar nisso ontem era lua cheia, portanto tivemos de batalhar contra a forte corrente de maré, eu em cima do pequenino "Alegria", que continua a encantar todos aqui em Cabo Frio.

- Mas à noite, colegas marujos, o mais simplório canal de Itajuru, vira baía de Guanabara e toda baía da Guanabara vira o perverso Estreito de Torres e todo estreito de Torres vira cabo Horn...

- Existem dois tipos de marujos, os que navegam de dia e os que se aventuram à noite sobre os abismos marinhos...

- Você pertence à qual dos dois tipos amigo leitor ?

- Alguém teria aí alguma estória boa, acontecida durante a misteriosa noite, em plena MAR, pra contar?

- Se sim, que fique à vontade, espaço não falta nos comentários.

Fernando Costa 





Nenhum comentário:

Postar um comentário

Seus comentários, críticas ou elogios farão meu blog evoluir. Obrigado por participar.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...