sexta-feira, 14 de abril de 2017

Noites Instantâneas - Pensando Alto 36 ( BARCO À VELA)




Enseada de Jurujuba - 2017 - foto de Easy Rider - arte-finalização de Fernando Costa


Espelho, espelho meu!

- Haverá em toda a orla da enseada de Jurujuba...

- Haverá em toda Niterói de Araribóia...

- Haverá em todo o estado do Rio de Janeiro...

- Haverá em todo o Brasil quem durma sono mais agradável que o meu?


- "Duvido e faço pouco", como costuma dizer minha querida avó Balbina.

- Mas que delícia a gente poder dormir ao relento.

- Dormir, banhar-se e alimentar-se ao relento, ao ar livre.

- Que ótimo a gente, sendo mamífero, poder dormir num lugar fresco, ventilado, silencioso e escuro.

- E além do privilégio de dormir ao relento, possuir um horizonte de 360º pra nossa vista espraiar-se pouco antes de adormecermos e pouco depois de despertarmos.

- Isso tudo e mais metade da colossal Esfera Celeste toda espetada por cintilantes estrelas...

- Sem esquecer da lua...

- Nem dos planetas...

- Nem dos cometas...

- Nem da "Estrela d'Alva"...   

- Que linda e brilhante tem aparecido no céu a "Estrela d'Alva" esses dias...

- A gente dorme deliciosamente bem, sonha belos sonhos e se por acaso acorda durante a madrugada, passa sem perceber de um sonho dormindo para um sonho acordado...

- E tem mais, se a gente dormir com os pés na direção da proa e a cabeça voltada pra popa, nosso diafragma nem precisa trabalhar...

- O vento fresco, perfumado e impoluto, oriundo do meio do oceano entrando por nossas narinas chega facilmente aos pulmões...

- E ainda não falamos do canto dos pássaros marinhos durante o crepúsculo matutino.

- Canto de pássaros à guisa de despertador...

- E ainda não mencionamos o macio balanço maternacom que a divina* MAR nos embala a noite toda.  

- Isso sem falar da sensação de segurança.

- Sim, porque em terra quarenta ladrões em potencial vigiam a entrada de nossa caverna* ávidos de valores...

- Enquanto isso com nosso veleiro bem ancorado numa enseada tranquila, os piratas rareiam...

- Por conta de todos esses confortos simples, mas agradabilíssimos minhas noites de sono a bordo do "Yankee Bravo" são instantâneas...

- Ou seja, durmo num minuto e acordo no seguinte com meu organismo antes exausto, completamente restaurado, revigorado, energizado.

- Bem dito seja o deus que inventou a* divina* MAR.  

- E pensar que ainda tem gente que gosta de morar em terra...
                    
Fernando Costa



Nenhum comentário:

Postar um comentário

Seus comentários, críticas ou elogios farão meu blog evoluir. Obrigado por participar.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...