quinta-feira, 5 de maio de 2016

Explicando a série "30 perguntas para 30 participantes da Transat Jacques Vabre 2015"





Chegada do Open 60 IMOCA "PRB" de Vicent Riou e Sébastien Col a Itajaí - 11 de novembro de 2015 - Itajaí - Brasil - foto de Fernando Costa


EXPLICANDO A SÉRIE DE POSTS  "30 PERGUNTAS PARA 30 PARTICIPANTES DA TRANSAT JACQUES VABRE 2015"

Durante a realização da última edição da transat* Jacques Vabre, que começou dia 25 de outubro de 2016, no porto de Le Havre, França e encerrou-se dia 27 de novembro de 2016 no porto de Itajaí, Brasil, tive o privilégio, a honra e o prazer de

entrevistar vários velejadores participantes, mais algumas pessoas que faziam parte da organização da regata, entre elas, o skipper do veleiro vencedor da prova, François Gabart e a diretora da regata Sylvie Viant.

- O conteúdo de todas essas preciosas entrevistas já deveria ter sido publicado há muito tempo neste blog, mas vários obstáculos dificultaram minha intenção.


- O mais grave deles, como já lhes disse, foi a onda de violentos atentados terroristas que se abateu sobre Paris, França no dia 13 de novembro de 2015.


- Essa tragédia deixou-me triste e deprimido, reduzindo minha atividade ao mínimo essencial: registrar a chegada dos veleiros em fotografia, comparecer aos eventos do programa e gravar as entrevistas em áudio.


- As gravações que foram feitas em ambiente público, apresentaram muito ruido de fundo, dificultando sua transcrição, até mesmo para pessoas de nacionalidade francesa ou francofones que tentaram ajudar-me, como o navegante francês Arnaud Babin e a jornalista suíça Barbara Fournier.


- Acrescente-se a isso a dificuldade de encontrar conexões internet sem fio, de boa qualidade, em local adequado para trabalho de gabinete, digamos assim.

- Acrescente-se a isso todas as outras dificuldades típicas da vida de um nômade* num mundo feito sob medida para sedentários e atravessando um país mergulhado em crise financeira, como o Brasil.

- Acrescente-se a isso as duas viagens por MAR que fiz a bordo de dois veleiros franceses bem diferentes.

- Por estas razões, só agora publico alguns extratos das importantes entrevistas a que me referi.


- Meu muito obrigado aos entrevistados e aos meus colaboradores, a quem peço desculpas por esse imenso atraso.


Fernando Costa






Nenhum comentário:

Postar um comentário

Seus comentários, críticas ou elogios farão meu blog evoluir. Obrigado por participar.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...