quarta-feira, 25 de maio de 2016

Demorou, dançou! - Exposição Virtual - 30 fotos inéditas feitas entre 2011 e 2016

Leia uma explicação para esta série de 30 posts clicando aqui
.

Cabo Frio - 2011 - foto de Fernando Costa



- Não poderia de jeito algum, prezados leitores, apaixonados como eu pela charmosa* (charmosa significando encantadora, enfeitiçante, hipnotizante) FOTOGRAFIA, encerrar esta série sem mostrar-lhes ao menos uma foto da minha infinita coleção "Ato Fotográfico", em que fotografo sempre
pessoas fotografando pessoas.

- Normalmente homens fotografando mulheres.

- Na maioria absoluta das fotos desta coleção, aprisiono pra sempre, dentro da jaula retangular da imagem, fotógrafo mais modelo.

- Quando o retrato é bom, a gente adora a pessoa do modelo numa fotografia e às vezes morre sem saber quem foi o pai de tão bela criança.

- Nas minhas fotos não, pai e mãe estão sempre presentes, um diante do outro, um olhando pro outro, um adorando o outro.

- Mas a foto acima é um pouco diferente da maioria das fotos desta série.

- Eu diria até, se vocês prometerem não me tachar de presunçoso, que trata-se de uma raridade.

- Porque?

- Primeiro porque trata-se de uma mulher fotografando um homem.

- Segundo porque registrei esta imagem "à la sauvette", como dizem os franceses.

- Fazer uma foto "à la sauvette", pra quem não sabe, significa fotografar às escondidas, de quem aparece sobre a imagem.

- Normalmente eu não me escondo não.

- Ataco o fotógrafo pela costas, à queima roupa e antes que ele consiga fazer uma, faço dez fotos.

- Sim, sou dez vezes mais rápido que os fotógrafos amadores, que levam em média "um ano" pra clicar uma única foto, via de regra ruim.

- Não sabem eles, coitados, que a primeira qualidade do retratista deve ser a rapidez.

- Demorou um décimo de segundo pra apertar o disparador, dançou, perdeu o retrato.

- Mas, se querem saber, olhando pra foto acima, morro de saudade da ótima bicicleta azul, que uma certa brasileira moradora em Tenerife emprestou-me durante um bom tempo.

- Tem um detalhe nesta foto que me intriga.

- Porque será que a fotógrafa em vez de apertar o disparador com o dedo indicador como todo mundo, resolveu fazê-lo com o dedo médio?

- Estão vendo o dedo indicador dela apontado pro zênite?

- Alguém sabe porque?

- Último detalhe digno de nota.

- Perceberam que ambos, fotógrafa e modelo estão usando óculos escuros?

- Esses dois só podem estar armando alguma.

- Casal, quando sai, todos dois de óculos escuros, já viu...

Fernando Costa


Leia uma explicação para esta série de 30 posts clicando aqui


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Seus comentários, críticas ou elogios farão meu blog evoluir. Obrigado por participar.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...