quinta-feira, 14 de janeiro de 2016

Quem gosta de pedra é mexilhão - Velejando do Rio de Janeiro a Cabedelo, a bordo do ágil Class 40 "Creno Moustache Solidaires" 14



A 450 milhas a leste do Rio de Janeiro - foto de Fernando Costa



- Uma das sábias decisões de "Skipper Sérgio" durante a travessia Rio de Janeiro-João Pessoa, foi afastar-se bastante de terra, até encontrar ventos favoráveis à nossa subida da quase infinita costa brasileira.

- Detalhe, não havia previsão de entrada de frente fria para os próximos cinco dias...

- A que distância máxima da costa vocês acham que nós chegamos em nossa pesquisa por ventos favoráveis?


- 50 milhas?

- Que disse 50 milhas errou, alguém dá mais?

- 100 milhas?

- Mais, bem mais!

- 250 milhas?

- Mais!

400 milhas?

- Pasmem, chegamos a 450 milhas da costa.

- Enquanto isso nós brasileiros queremos dobrar o famigerado Cabo de São Tomé a 12 milhas da costa.

- Hahahahhaha!

- É por isso que volta e meia alguém vai pras pedras.

- Quem gosta de pedra é mexilhão colegas navegantes.

- Marujo que é marujo de verdade gosta da brisa de alta* MAR. 


Fernando Costa





Nenhum comentário:

Postar um comentário

Seus comentários, críticas ou elogios farão meu blog evoluir. Obrigado por participar.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...