quinta-feira, 12 de novembro de 2015

O que é que vocês pensam da COP 21? - 30 posts pra gente se ligar na COP21 - 12



Luzes ao final do túnel - foto de Fernando Costa


- Boa tarde amigas e amigos leitores.

 - Sinceramente, a COP 21 é na minha opinião o evento mais importante do século XXI até o presente.

- Mas isso é apenas o que eu penso.

- Mas vocês, o que é que vocês pensam da
COP 21, prezados leitores?

Fernando Costa


COP 21/Paris 2015

A França foi oficialmente nomeada país sede da 21ª Conferência do clima em 2015 (Paris 2015) durante a 19ª Conferência das Partes da Convenção-Quadro das Nações Unidas sobre Mudança do Clima (COP19).
A COP21, a qual chamamos também de Paris 2015, será uma das maiores conferências internacionais já organizadas em território francês.
Nesse contexto, a França enfrenta um duplo desafio:
Como país sede, deverá receber durante duas semanas, nas melhores condições possíveis, milhares de delegados e expectadores sob os auspícios das Nações Unidas;

Enquanto país que detém a presidência da COP, deverá agir como facilitador em todas as etapas da negociação, estabelecendo um clima de confiança, conciliando pontos de vista e permitindo a adoção de um acordo por unanimidade.

Uma Conferência das Partes com desafios sem precedentes

Essa conferência surge em um momento crucial, já que deve resultar em um acordo internacional sobre o clima que irá conter o aquecimento global abaixo de 2 ° C.
Com base nos trabalhos da COP20 em Lima, trata-se de estabelecer em dezembro de 2015 uma série de decisões.

Antes de tudo, face ao desafio das alterações climáticas, um acordo ambicioso e vinculativo que se aplicaria a todos os países.

Em seguida, contribuições nacionais (iNDC), que representam o esforço que cada país espera poder realizar. 

O financiamento da luta contra as mudanças climáticas será também um componente crucial, do qual uma das etapas foi concluída com a primeira capitalização do fundo verde com uma quantia que chega a 9,3 bilhões de dólares – dos quais aproximadamente 1 bilhão foi concedido pela França.

 Enfim, as inciativas desenvolvidas a nível infra-estatal pelas coletividades locais, organizações da sociedade civil e empresas vão ampliar a mobilização e se somar às contribuições dos Estados.

De fato, a futura presidência francesa optou por apoiar, tendo em vista Paris 2015, uma agenda de soluções. Trata-se do conjunto de iniciativas complementares ao acordo internacional, empreendidas a nível local pelos governos, por autoridades locais, assim como por agentes não estatais, e que contribuem para reforçar o compromisso dos Estados em matéria de redução das emissões de gases do efeito estufa, de adaptação aos impactos das alterações climáticas e de financiamento. Essa agenda de soluções se baseia em uma troca de boas práticas, de transferência de conhecimento e de tecnologias necessárias para... LINK

Fernando Costa



Nenhum comentário:

Postar um comentário

Seus comentários, críticas ou elogios farão meu blog evoluir. Obrigado por participar.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...