sábado, 7 de novembro de 2015

Em busca do problema fundamental - 30 posts pra gente se ligar na COP21 - 7



Emergência - foto de Fernando Costa


- Boa tarde amigas e amigos leitores.

 - Não deveria dizer isso que vou dizer, porque a esperança é a última que morre.

- Mas ando tão céptico com relação à COP 21.

- Sinceramente?

- Não acredito que
nós, os des-humanos* resolveremos o colossal problema do aquecimento global, acompanhado de suas trágicas consequências, que nós mesmos, em nossa suma ignorância provocamos.

- A ministra brasileira do meio ambiente, diz abaixo que a COP 21 busca soluções e não problemas.

- Eu acho cedo pra buscarmos soluções e tarde para entendermos qual é nosso real problema.

- Creio que ainda não conhecemos bem nosso problema fundamental.

- A partir do momento que nos conscientizarmos de nosso problema fundamental, a solução será fácil de encontrar.

- Porque?

- Porque todo problema é uma mulher grávida de um bebê cujo nome é SOLUÇÃO.

- Qual seria, na minha opinião nosso problema fundamental?

- Não sei, mas creio que ele teria um enunciado mais ou menos assim.

-  A doida raça humana já decretou a morte de toda espécie de vida sobre o planeta Terra.

- Para salvarmos da morte todas as espécies de vida ainda existentes sobre a Terra, só há uma saída desesperadamente urgente: interromper imediatamente todo e qualquer processo poluidor.

- Eu disse todo e qualquer processo poluidor.

- Mas isto é só minha opinião intuitiva.

- E a de vocês qual seria?

Fernando Costa

------------------------------


COP 21 de Paris será modelada por soluções e não por problemas, diz ministra


03/11/2015 20h29 Rio de Janeiro

Akemi Nitahara - Repórter da Agência Brasil

As discussões na 21ª Conferência do Clima das Nações Unidas (COP 21), que ocorre de 30 de novembro a 11 de dezembro, em Paris, serão voltadas para encontrar soluções para fazer a transição para uma economia de baixo carbono, e não mais por problemas climáticos e cartas de intenção e compromissos.

A afirmação é da ministra do Meio Ambiente, Izabella Teixeira, que participou hoje (3) da abertura oficial da Semana do Clima União Europeia-Brasil: Clima - Somos todos responsáveis. O evento, que teve lugar no Planetário do Rio de Janeiro, na Gávea, zona sul da cidade, prossegue sexta-feira (6).

Na mesa de abertura, a ministra afirmou que os diálogos entre Brasil e União Europeia apontam para uma negociação bem-sucedida em Paris, quando se espera que seja firmado um novo acordo global para mitigar as mudanças climáticas e evitar o aquecimento global.

“Sabemos a importância do avanço das discussões em Paris. Tem muita coisa em jogo. [A conferência de] Paris é uma ambição para um novo rumo de desenvolvimento no mundo, formando por uma discussão de desenvolvimento sustentável do planeta. Estamos falando de desenvolvimento econômico, criação de emprego, sustentabilidade. Tudo isso está em Paris”.

De acordo com Izabella, o Brasil tem uma agenda bilateral com a União Europeia na área ambiental e o país já caminha na direção da economia de baixo carbono. “É uma agenda robusta, baseada cada vez mais nos resultados, ninguém mais negocia com cartas de... LINK

Fernando Costa



Nenhum comentário:

Postar um comentário

Seus comentários, críticas ou elogios farão meu blog evoluir. Obrigado por participar.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...