segunda-feira, 16 de março de 2015

Heranças de Neptuno - 30 números favoritos da excelente revista portuguesa OCEANOS 16


Leia uma introdução a esta série de 30 posts clicando aqui.


link-da-imagem


"Vigorosamente repelidos pelos espanhóis na Flórida, pelos portugueses no Brasil e pelos britânicos no Canadá, os pioneiros franceses nunca conseguiram estabelecer colônias no Novo Mundo."

François Bellec


 22 - Heranças de Neptuno, Lisboa, CNCDP, Abril/Junho 1995

MOURA, Vasco Graça, “Heranças de Neptuno” [Editorial],  p. 5.
GUEDES, Max Justo, “Brasil – O Museu Naval e Oceanográfico”,  pp. 8 – 13.
HIGUERAS RODRIGUEZ, Maria Dolores, “Espanha – Valiosa e Profunda Memória”,  pp. 16 – 26.
MALLEY, Richard C., “Estados Unidos da América – O Controlo dos Mares”,  pp. 29 – 36.
BELLEC, François, “França – A Dimensão Humana do
Mar”,  pp. 38 – 44.
MERWE, Pieter Van Der, “Grã–Bretanha – Colecções de Três Museus”,  pp. 46 – 56.
BRYUNS, Willem F. J. Mörzer, “Holanda. A Época de Ouro das Descobertas Holandesas: 1594 – 1644”,  pp. 58 – 69.
KORCHAGIN, E., “Rússia – A Casa que Encerra os Tesouros da Glória Naval Russa”,  pp. 72 – 78.
KVARING, Lars – Ake e HAASUM, Sibylla, “Suécia – Dois Museus e Uma Memória”,  pp. 81 – 93.
“Portugal – Humanismo e Descobertas”, José Vale,  pp. 97 – 108.
REIS, António Estácio dos, “Navio de Marfim com Alguma Prata e Muitas Safiras”,  pp. 110 – 118.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Seus comentários, críticas ou elogios farão meu blog evoluir. Obrigado por participar.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...