sexta-feira, 13 de fevereiro de 2015

10 meses pra salvar o planeta - NEWS do mês de fevereiro - 5







Boa noite amigas e amigos leitores deste oceânico blog.

- Gostaria de dar-lhes boas notícias, mas infelizmente, hoje só tenho más notícias a

divulgar.

- Três más notícias, pra ser exato.


- As duas primeiras, creio que já é do conhecimento de vocês, não?


Primeira má notícia - Mais de 300 pessoas, a maioria homens, a maioria adultos, todos africanos, todos imigrantes ilegais, que navegavam a bordo de 4 grandes barcos pneumáticos rumo à Itália, ao largo da Líbia, na* MAR Mediterrânea, desapareceram ou morreram ontem, durante uma violenta tempestade, que produziu ondas de mais de nove metros. 


Segunda má notícia - Ocorreu ontem uma explosão a bordo do navio-plataforma "Cidade de São Mateus", operado pela empresa BW Offshore, a serviço da Petrobrás, a 60 milhas da costa do Espírito Santo, matando três tripulantes e ferindo dez outros.


Terceira e pior má notícia - Serei obrigado a acrescentar mais um termo à minha, já longa "equação do apocalipse". Porque? Leiam esta nova petição da Avaaz e entendam porque.


10 meses para salvar o planeta


"Algum tempo atrás, um cientista saiu em sua expedição bienal ao oceano ártico na Rússia para conferir os níveis de plumas tóxicas de gás metano vindas do oceano. Ele já tinha visto centenas dessas plumas, com cerca de um metro de diâmetro cada, que emitiam gases 50 vezes mais poluentes para nosso clima do que o dióxido de carbono. Desta vez, no entanto, ao analisar a primeira pluma, ele não acreditou no que estava vendo. Era uma pluma com UM QUILÔMETRO de extensão. Uma vasta coluna de gás perfurando nossa atmosfera. Ele continuou sua avaliação e encontrou outra pluma gigante, e outra, e outra. Centenas delas. 


É sobre isso que os cientistas têm nos alertado. À medida que o planeta aquece, surgem "pontos críticos" que aceleram o aquecimento descontroladamente. O aquecimento derrete o gelo do mar do Ártico e destrói um grande "espelho" branco, que antes refletia o calor de volta para o espaço. Mas com o derretimento, os oceanos ficam mais quentes, contribuindo para derreter mais gelo, em um efeito dominó. Tudo fica fora do controle. Em 2014, tudo – tempestades, temperaturas – chegou a níveis jamais vistos. Foi o ano mais quente da... LINK


Fernando Costa




Nenhum comentário:

Postar um comentário

Seus comentários, críticas ou elogios farão meu blog evoluir. Obrigado por participar.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...